SoftMaker logo

SoftMaker Office

Dominando os modelos do TextMaker, parte 2


Depois de aprender os fundamentos de modelos do TextMaker e os mistérios das páginas mestras na parte 2 deste tutorial, chegou a hora de ir um pouco além.

Para ilustrar as possibilidades, nós vamos criar um modelo de carta com uma segunda coluna que contém um logotipo, números de página e uma imagem de fundo fixa (uma marca d’água).

Para seguir este tutorial de perto, você pode clicar aqui para fazer download de todas as imagens usadas neste projeto.

Tipografia

Apresentação do gerenciador de fontes da MegaFont NOW

O gerenciador de fontes na MegaFont NOW

A coleção de fontes MegaFont NOW da SoftMaker não inclui apenas 7.500 fontes lindas, mas também um poderoso gerenciador de fontes para Windows que permite domar essa ampla biblioteca de fontes, bem como todas as outras fontes.

Neste artigo, contaremos como esse gerenciador de fontes facilita muito o manuseio de fontes em seu computador Windows.

SoftMaker Office

Dominando os modelos do TextMaker, parte 1


Ao criar documentos com um processador de texto, você perceberá rapidamente que muitos deles são semelhantes. As cartas costumam ter o mesmo layout, assim como faturas, avisos de reunião, etc.

Alguns usuários do TextMaker começam cada carta do zero, outros usam modelos predefinidos. Usuários aventureiros abrem um documento antigo, excluem o texto e inserem o novo texto, depois salvam o novo documento com um novo nome de arquivo. Isso é arriscado: frequentemente, eles esquecem de escolher um nome novo e sobrescrevem acidentalmente um documento antigo.

Uma abordagem melhor é configurar um layout de documento personalizado e salvá-lo como um modelo de documento. Isso não é tão assustador quanto parece — vamos analisar o processo passo-a-passo

Além dos bytes

Por que eu prefiro o SoftMaker Office


Devido à política corporativa, recentemente eu me tornei um usuário do Microsoft Office no trabalho. Em casa, continuo usando o SoftMaker Office. Essa alternância se provou ser menos problemática do que o esperado. Muito pelo contrário: escrever no TextMaker e editar planilhas no PlanMaker enfatiza a sensação de estar em casa.

No trabalho, preciso me virar com as ferramentas que tenho em mãos. Em casa, escolho meu próprio conjunto de ferramentas e ele continua sendo o software que me torna mais eficiente.

Além dos bytes

Abortar, repetir, falhar?


Há muito tempo, havia um sistema operacional tão mal projetado que ao encontrar um erro terrível, confrontava os usuários com três opções ruins: abortar, repetir ou ignorar. Basicamente, queria dizer que a situação estava totalmente perdida.

Sempre que eu encontrava essa mensagem, sabia que independentemente da minha escolha, o resultado seria ruim. Por isso eu costumava escolher “abortar”. Mal sabia que isso era o precursor do temido botão “Cancelar”.

Quando um diálogo oferece a opção de cancelar, normalmente é uma decisão crucial que requer um compromisso firme. Alguns usuários se sentem despreparados para isso, motivando-os a cancelar em qualquer oportunidade: “eu não sei o que vai acontecer se eu confirmar isso, melhor apertar Cancelar”. Essa nem sempre é a melhor opção.



Obrigado.

O produto foi adicionado ao carrinho de compras.